Home » Notícias » Mensagem da semana ‘Dever de casa em dia’

Mensagem da semana ‘Dever de casa em dia’

eduardo-lopes-prb-palavra-do-presidente-foto-douglas-gomes-2017

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) é atuante, seus políticos promovem a nova política voltada para os interesses da população. As pautas são atuais, ao encontro dos anseios daqueles que representamos. Isso ocorre pelo fato de entendermos o nosso papel e por almejarmos ser agentes da mudança deste país.

Estamos focados nas eleições em outubro, mas o nosso trabalho e atitudes refletem na vida dos cidadãos, como é o caso do impacto da internet no dia a dia da população.

Todos sabemos que a web é uma importante fonte de informação, comunicação, aprendizado, e que se tornou terreno fértil para a difusão de notícias falsas – as fake news. Os prejuízos causados pela veiculação deste tipo de informação resultam em danos incalculáveis. As fake news estão espalhadas mundo afora, e no cenário político não é diferente. Bombardearam a última eleição presidencial americana e, no Brasil, houve repercussões sérias nas eleições de 2014 e 2016.

Eu e o secretário de Comunicação da Câmara dos Deputados, deputado Márcio Marinho (PRB-BA), lançamos a Frente Parlamentar Mista de Combate à Veiculação de Fake News, vice-presidente e presidente respectivamente. A Frente, que conta com o apoio de 218 deputados federais e 11 senadores, visa o monitoramento e o enfrentamento das questões ligadas às notícias falsas, notadamente através das redes sociais, que vêm causando prejuízos à verdade dos fatos e à liberdade de expressão, não só no Brasil como em inúmeras partes do mundo.

As fake news se proliferam em todos os segmentos e, principalmente, no cenário político. Temos que estar atentos a isso. Se por um lado as notícias são responsáveis por ajudar a construir a realidade e os acontecimentos, também podem ser responsáveis por desconstruir realidades, por isso precisamos estar vigilantes.

Temos alertado a nossa militância em relação à propagação de informação. Não podemos ter atitudes irresponsáveis ao compartilhar conteúdos que resultam em consequências eleitorais irreparáveis para os candidatos, seja de nosso partido ou não. Se é crime, deve ser levado à Justiça Eleitoral.

Como esclareceu o deputado Marinho, o objetivo não é trazer a censura, mas “cobrar que as informações publicadas nas redes sociais sejam analisadas e verídicas”.

Outra importante iniciativa diz respeito à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), que aprovou o Projeto de Lei n° 5.742/16, do deputado Vinicius Carvalho (PRB-SP), que inclui, entre os agravantes de pena, o fornecimento de álcool ou outras substâncias à vítima para facilitar o cometimento do crime. O texto aprovado na CCJ foi o substitutivo do deputado Antonio Bulhões (PRB-SP), que fez ajustes de redação. O projeto seguirá para a análise do Plenário.

O ano é eleitoral, mas continuamos o nosso trabalho. Reitero que precisamos ter cuidado com muitos detalhes, desta forma, teremos uma eleição limpa e correta. Em cada estado estamos nos organizando, levando informações aos nossos pré-candidatos de que precisam ter subsídios para que possam concorrer. Fique atento aos prazos, em caso de dúvidas nos procurem, queremos a participação de todos.

Ao visitarmos os estados e os municípios, observamos que o PRB tem boa aceitação pelo fato de trabalharmos de forma linear e contínua. Estamos ao lado da população porque realmente fazemos parte do projeto de mudança do nosso Brasil.

Republicanos, vamos nos organizar, não falta muito para a campanha política começar, uma grande oportunidade de mudança da qual estamos habilitados, não temos do que nos envergonhar.

Estejamos preparados com o dever de casa em dia. Assim, seremos bem-sucedidos em nosso projeto político. Sigamos juntos.

Senador Eduardo Lopes
Presidente Nacional do PRB (Exercício)

Sobre admin

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados com *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar para o topo